Home Editorias Geral Médica e influencer afirmam ter sido agredidas por advogado de MT
fullinterna_3
fullinterna_1
megafullx

Médica e influencer afirmam ter sido agredidas por advogado de MT


| Fonte:
médica

Uma médica e uma influencer digital relataram, por meio das redes sociais, nesta semana, que foram agredidas pelo advogado Cleverson Campos Contó, de 33 anos, durante o tempo em que se relacionaram com ele, em Cuiabá. A defesa nega as acusações.

Nesta semana, depois dos relatos publicados nas redes, o Conselho Estadual dos Direitos da Mulher de Mato Grosso (CEDM-MT) repudiou, em nota, as agressões relatadas por mulheres que tiveram relacionamento com o advogado. A instituição informou que, até essa segunda-feira (7), recebeu oito denúncias de mulheres vítimas de violência doméstica durante o relacionamento com Cleverson.

“Considerando o que dizem as vítimas, o CEDM-MT, entende que há subsídios suficientes para que seja realizada uma rigorosa apuração de tudo que foi trazido à tona por meio da imprensa. Do contrário, corre-se o risco de termos novas vítimas acrescidas aos índices altíssimos de violência contra a mulher em nosso estado”, diz.

A Polícia Civil confirmou que há oito boletins de ocorrência de ameaça, injúria, invasão de domicílio, assédio e perturbação registrados por diferentes vítimas contra o advogado entre os anos de 2015 e 2018.

“Por se tratar de registros antigos, é possível que os procedimentos já tenham sido concluídos por parte da Polícia Civil. Mais detalhes sobre os casos não serão passados para preservação, por se tratar de situações de natureza privada e para preservação das partes envolvidas”, diz em nota.

Também tramitam na Justiça diversos processos sigilosos contra Cleverson referentes à violência. Os detalhes das ações não foram divulgados.

Em nota, o advogado de defesa de Cleverson, Eduardo Mahon, afirma que as mulheres querem extorquir o cliente dele e que as acusações não procedem.

“Tudo indica que o referido advogado é vítima de uma articulação para extorquir recursos financeiros e driblar decisões judiciais que proíbem ex-relacionamentos de fazerem qualquer menção ao nome dele”, diz.

megafullhome_meio

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here