Home Destaque Juiz mantém prisão de tatuador suspeito de estuprar cliente em Rondonópolis
fullinterna_3
fullinterna_1
fullinterna5

Juiz mantém prisão de tatuador suspeito de estuprar cliente em Rondonópolis


| Fonte: Olhar Direto

O juiz da 5ª Vara Criminal da Comarca de Rondonópolis (a 216 quilômetros de Cuiabá), João Filho de Almeida Portela, converteu em preventiva a prisão em flagrante do tatuador José André Tavares, conhecido como Zezé Tatto, suspeito de estuprar uma cliente na última quarta-feira (29).

O tatuador passou por audiência de custódia e foi encaminhado à Penitenciária Major Eldo Sá Corrêa (Mata Grande). Por se tratar de crime de estupro, o processo se encontra em segredo de Justiça.

O crime, segundo a Polícia Militar, aconteceu quando a vítima foi até o estúdio para fazer uma tatuagem acompanhada do namorado. No entanto, o companheiro teria sido barrado na entrada. O suspeito alegou que se tratava de uma medida de prevenção à Covid-19.

Na recepção, o tatuador disse que precisava identificar melhor o posicionamento da tatuagem e pediu para a vítima ficar nua. Na ocasião, o suspeito teria tocado nas partes íntimas da vítima.

Já na sala onde seria realizado o procedimento, o tatuador pediu que ela ficasse de costas. No entanto, em determinado momento, a vítima percebeu que o suspeito estava com a genitália para fora da roupa.

A vítima ficou desesperada e saiu correndo. O suspeito ainda teria tentado disfarçar a situação e pedido para ela ficar e fazer a tatuagem.

A mulher e o namorado acionaram a Polícia Militar, que seguiu até a casa do tatuador.

Ele tentou fugir pela porta dos fundos, mas foi localizado em cima do telhado.

megafullhome_meio

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here