Home Chicote TCE suspende compra de papéis higiênicos de Pátio
fullinterna_3
fullinterna_1
fullinterna_3

TCE suspende compra de papéis higiênicos de Pátio


| Fonte: Da Redação NMT
Em inferno astral, prefeito acumula polêmicas em meio a contratos firmados na pandemia. Foto - Ednilson Aguiar/OLivre

O contrato 037/2020 da Prefeitura de Rondonópolis, que estipula gastos de R$ 715 mil com papel higiênico e toalha, foi suspenso pelo TCE.

Segundo entendimento do conselheiro Ronaldo Ribeiro, “não houve justificativa condizente com a quantidade, o que teria gerado uma possível despesa irrazoável”.

Além da decisão cautelar do TCE conhecida hoje (22), o prefeito Zé Carlos do Pátio (SD) também responde por indícios de superfaturamento de mais de 400%, em outro contrato da pandemia.

Voltando aos papeis higiênicos, o próprio prefeito já havia informado decisão de anular por conta própria os efeitos do contrato celebrado com dispensa de licitação.

Ainda de acordo com o gestor, a administração só havia executado efetivamente a compra de menos de 10%. No fim das contas, a cidade ficou sem os rolos, mas com um rolo.

O procurador do Ministério Público de Contas de Mato Grosso, Gustavo Deschamps, já havia sinalizado “estranheza” com o caso dos papeis higiênicos visto que a empresa contratada tem como atividade a área de informática.

 

 

megafullhome_meio

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here