Home Destaque Após polêmicas, reitora da UFMT pede pra sair
fullinterna_1
fullinterna_3

Após polêmicas, reitora da UFMT pede pra sair


| Fonte: Da Redação NMT com OLivre
Myrian ficou nacionalmente famosa em 2019 quando instituição teve energia cortada. Ela alegou motivos pessoais para sair do cargo. Foto - OLivre/EdnilsonAguiar

A reitora Myrian Serra decidiu que só ficará no comando da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) até o dia 2 de março. Embora envolvida em algumas polêmicas administrativas, ela alegou motivos pessoais em manifestação oficial conhecida nesta sexta-feira (21).

Em comunicado, já encaminhado à Associação Nacional do Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), ela mostra gratidão a instituição e adiantou que permanecerá “em defesa da Educação Superior autônoma, pública, gratuita, democrática, laica e inclusiva”.

Desde que Jair Bolsonaro (SEM PARTIDO) assumiu o comando do país, Myrian, ligado a movimentos políticos comunistas, iniciou um processo de confrontamento ao presidente da República, sobretudo em um anúncio reiterado de caos orçamentário motivado, segundo ela, pelo contingenciamento promovido pelo Governo Federal no setor.

Histórico de crises

No decorrer de 2019, mesmo com o descontingenciamento e com um manifestação oficial do ministro da Educação, Abraham Weintraub, desmentindo a reitora sobre alguns pontos, a UFMT virou notícia nacional quando ficou sem energia elétrica devido a um corte promovido pela ENERGISA, por falta de pagamento, em meados de julho.

Em agosto, foi a vez dos vigilantes que prestam serviço terceirizado paralisarem os trabalhos. Sem receber salários, eles bloquearam as entradas do campus Cuiabá em protesto. Em outubro, a Justiça determinou o bloqueio de quase R$ 800 mil da conta da UFMT para pagar a empresa contratada.

Já neste ano, a falta de segurança dentro do campus Cuiabá fez professores e alunos saírem em protesto. Um abaixo-assinado reclamava do uso e tráfico de drogas dentro da universidade. E uma manifestação expôs as condições precárias que facilitaram a entrada de bandidos no Hospital Veterinário.

megafullhome_meio

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here